quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Lendas de garagem

  • Posso deixar o carro na "banguela" (câmbio no ponto morto) para descer trechos de pista.
  • FALSO Apesar de costumeiramente se dizer que esse tipo de atitude ajuda a economizar combustível (o que até é verdadeiro para veículos sem injeção eletrônica), a prática não é aconselhada por uma questão de segurança. Desengatado e sem o auxílio do freio-motor, o sistema de freio é mais exigido e pode superaquecer e falhar. Deixe o carro engatado na marcha mais alta, mesmo sem acelerar. Também há economia e ainda será possível reduzir a marcha em caso de imprevisto.
  • Ao passar por um buraco, devemos acionar a embreagem.
  • VERDADEIRO Às vezes não dá para evitar um buraco ou valeta. Ao passar por uma depressão exagerada, o carro sofre com a violência do impacto. Mas a caixa de câmbio estará mais protegida do impacto se a embreagem for acionada, pois a pancada não a atingirá diretamente. O mesmo acontece com a marcha desengatada.
  • Devo ligar o pista-alerta no meio da neblina para mostrar que estou trafegando ali.
  • FALSO Nunca ligue o pisca-alerta (ou mesmo o farol alto) quando estiver trafegando no meio da neblina. Pisca-alerta ligado significa que o carro está parado, e só assim deve ser usado. O correto é diminuir a velocidade e ligar os faróis baixos ou de neblina. Para parar no acostamento, avise com antecedência, observando com atenção se já não há outro carro parado à sua frente.
  • Passar folha de mamona no vidro impede que ele fique embaçado.
  • VERDADEIRO A oleosidade da folha impede que o vidro embace e garante melhor visibilidade, pois o óleo funciona como um separador entre o vidro e a água. Mas a solução dura por tempo limitado. Você ainda pode usar a artimanha se, em um dia de chuva, o limpador de pára-brisa quebrar. Na falta de mamona por perto, use batatas ou tabaco. O princípio ativo é o mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário